O Sam the Kid tem alma de poeta e coração de rapper. Nele cabe tudo isso e muito mais. Cabem todas as memórias que não ficam no passado, são minuciosamente realojadas no presente partilhando o espaço com assuntos atuais e sonhos de futuro. 

É assim que nunca se passa de moda, que se brinca com a linha do tempo como se ela não tivesse um só sentido. É assim que se é intemporal.

Podden och tillhörande omslagsbild på den här sidan tillhör Luísa Sobral. Innehållet i podden är skapat av Luísa Sobral och inte av, eller tillsammans med, Poddtoppen.