Não há uma fase da minha juventude que não tenha uma canção do Pedro Abrunhosa algures na banda sonora. Falo por mim por sentir que é errado falar por todos, mesmo sabendo que muitos se irão identificar com as minhas palavras.

O Pedro é uma máquina de fazer canções orelhudas. Daquelas que entram na nossa vida e nunca mais nos deixam. Mas a arte do Pedro é muito mais do que isso. É teatro, é cinema, é pôr o dedo na ferida com as suas letras e fazer-nos pensar. E mesmo depois de tudo isto ainda é muito mais.

Podden och tillhörande omslagsbild på den här sidan tillhör Luísa Sobral. Innehållet i podden är skapat av Luísa Sobral och inte av, eller tillsammans med, Poddtoppen.